Transpiração

26 Abr, 2013

TranspiraçãoLíquido produzido pela secreção das glândulas sudoríparas da pele, composto principalmente por água em cerca de 99 por cento. Ao evaporar-se, a água da transpiração produz o arrefecimento. Deste modo, a transpiração faz parte do mecanismo que regula a temperatura do organismo, impedindo-a de ultrapassar o nível normal.

A temperatura do corpo é regulada pelo Hipotálamo, localizado no cérebro, e pelo sistema nervoso autónomo. No entanto, a atividade das glândulas sudoríperas não depende totalmente da temperatura do corpo. Uma certa quantidade de suor é constantemente produzida, mesmo quando a temperatura do corpo não é elevada e a pele se apresenta seca. Em determinadas partes do corpo, como, por exemplo, as palmas das mãos e as plantas dos pés, a transpiração aumenta durante os exercícios físicos ou devido a ansiedade ou tensões emocionais.

A transpiração contém pequenas quantidades de sais, ureia e outras substâncias. Durante o tempo quente ou em quaisquer circunstâncias que provoquem excessiva transpiração, é aconselhável ingerir uma maior quantidade de sal na alimentação, para compensar o que é eliminado através da transpiração.

A transpiração é praticamente inodora. O odor corporal (Bromidrose) resulta do desenvolvimento rápido das bactérias na pele, quando esta se apresenta quente e húmida.

Algumas pessoas têm tendência para transpirar excessivamente, o que pode provocar descamação da pele, dermatites ou outras afeções. Por vezes, este distúrbio deriva de causas emocionais, mas, em alguns casos, pode ser devido a fatores hereditários. A sudação abundante pode ser um sintoma de diabetes, anemia oi hipertireoidismo.