Seios

14 Out, 2012

Por esta designação entende-se o par de órgãos situados no peito, constituidos pelas glândulas mamárias, por tecido adiposo e pelos canais que levam o leite até aos mamilos. Os seios desenvolvem-se nas raparigas, durante a puberdade, graças ao estímulo das hormonas segregadas pelas glândulas sexuais e pela glândula pituitária (hipofise).

A secreção do leite (lactação) é iniciada pela ação de uma hormona (ocitocina) produzida pela hipófise, na altura do parto, e é estimulada pela amamentação. Por vezes, verifica-se um desenvolvimento anormal dos seios em indivíduos do sexo masculino (ginecomastia) devido a perturbações hormonais. Este fenómeno também pode ocorrer, normalmente em pequena escala, durante o período da adolescência.

A forma e o tamanho dos seios são em grande parte determinados pela hereditariedade. Se os seios se apresentam muito aumentados devido à obesidade, é evidente que a redução de peso levará à diminuição das suas dimensões. O excessivo ou o insuficiente desenvolvimento dos seios pode, em casos muito raros, derivar de perturbações glandulares ou de outra ordem, tornando-se necessário tratamento médico. Os seios demasiado grandes e descaídos podem ser corrigidos por meio de cirurgia estética. Apenas um especialista tem competência para realizar este tipo de operação. Para melhorar o aspeto dos seios é importante manter uma boa postura, praticar exercício para tonificar os músculos peitorais e usar soutien adequado. O soutien só poderá ser dispensado pelas mulheres jovens ou raparigas que possuam seios pequenos, globulosos e duros. Em todos os restantes tipos de seios, é aconselhável o seu uso, pois trata-se de órgãos muito frágeis.

Entre as doenças dos seios avultam a inflamação (mastite), os quistos, os abecessos e os tumores. Mesmo as mais graves, como o cancro do seio, podem ser tratadas com bons resultados, desde que sejam precocemente diagnosticadas.

O médico deve ser informado sempre que surja qualquer caroço, ferida ou dor no seio, corrimento no mamilo ou alteração no aspeto.