Psicoses

28 Fev, 2013

PsicosesAs pessoas que sofrem de psicoses são chamadas «psicóticas». Em maior ou menor grau, vivem fora da realidade durante certos períodos de tempo ou constantemente.

Um indivíduo psicótico pode viver num mundo só seu, sem ver nem ouvir nada do que se passa à sua volta. Pode mergulhar num estado catatónico, ficando absolutamente imóvel durante horas, em posições que uma pessoa normal só conseguiria manter alguns minutos. Ao sair deste estado, pode falar de coisas que aconteceram à sua volta e às quais parecera de todo alheio. Está sujeito a alucinações, isto é, a experimentar sensações visuais, auditivas, tátéis ou olfativas que não correspondem à realidade. Pode ainda ter ilusões ou crenças irreais.

Esta distorção da realidade constitui uma das principais diferenças entre o neurótico e o psicótico. Um determinado facto pode parecer real ao neurótico, mas é real para o psicótico.

Devido à sua distorção da realidade e o facto de toda a sua psique e não apenas uma parte, estar afetada, tais indivíduos devem ser protegidos contra si próprios e a sociedade, que, por sua vez, deve também ser defendida deles. De outro modo, o psicótico, muitas vezes incapaz de fugir aos perigos normais da vida, pode mesmo, deliberadamente, mutilar-se ou suicidar-se, da mesma maneira que pode sentir-se impelido (empurrado) a matar alguém.