Placenta

17 Out, 2012

Placenta é uma estrutura em forma de disco que se desenvolve no útero, durante a gravidez. Uma das faces da placenta está aderente ao útero; a outra face está ligada ao cordão umbilical, através do qual o feto se alimenta, recebe o oxigénio e elimina os produtos de desassimilação e o anidrido carbónico. Os aparelhos circulatórios da mãe e do feto estão separados por uma delgada divisória existente na placenta, de modo que não se verifica a mistura dos dois sangues. A placenta funciona também, em relação à mãe, como uma glândula endrócrina, produzindo hormonas sexuais que regulam o processo da gravidez.

A placenta desenvolve-se no local onde o óvulo fecundado, ou ovo, se implantou, normalmente na parte superior do útero. Durante o parto, a placenta não sofre alteração, continuando a fornecer o oxigénio à criança até que esta comece a respirar por si própria. A placenta separa-se então do útero e é expelida para exterior.

Por vezes, a placenta pode implementar-se na parte inferior do útero, situação anormal designada por «placenta prévia». Neste caso, existe o perigo de que a placenta completamente desenvolvida se desprenda prematuramente, durante o parto, pelo que se torna necessário praticar uma cesariana, a fim de evitar a lesão cerebral resultante da brusca interrupção do fornecimento de oxigénio à criança.