O que é leucemia?

23 Set, 2012

A leucemia e uma doença caraterizada por uma anormalidade do número (muito elevado) e forma dos leucócitos no sangue ou na medula óssea. A leucemia é considerada por certos autores como um tipo de neoplasia que afeta a medula óssea e outros tecidos hematopoéticos (que contribuem para a formação do sangue).

A leucemia pode ser aguda ou crónica. A leucemia aguda, mais frequente nas crianças que nos adultos, é uma doença extremamente grave. A lgumas das formas crónicas de leucemia aparecem apenas em pessoas idosas e podem progredir lentamente, durante anos, sem produzir grandes perturbações; outras formas de leucemias afetam ainda pessoas de meia-idade.

Existe outra classificação da leucemia baseada no tipo de células atingidas. Assim, a leucemia linfocítica, a mais frequente, afeta os linfócitos. Os seus sintemas incluem o aumento de volume dos gânglios linfáticos, do baço e do fígado. Os linfócitos invadem a medula óssea e interferem na formação dos eritrócitos (células da série vermelha) e das plaquetas sanguíneas (trombócitos), de que resultamanemia e hemorragias anormais. Contudo, a leucemia linfocítica crónica não provoca necessariamente uma situação de incapacidade.

A forma aguda de leucemia linfocítica não aparece normalmente nos adultos. Em regra, surge abruptamente nas crianças, produzindo sintomas como febre e perda de apetite, semelhantes aos de uma infeção aguda.

Os linfócitos podem invadir rapidamente qualquer órgão, produzido sintomas muito variados. Quando o fígado é atingido, pode surgir ITERÍCIA. Se os rins são afetados, manifestam-se os sintomas típicos da NEFRITE. Não sendo tratada, a doença pode progredir rapidamente, embora em casos raros possa haver uma melhoria espontânia. Noutros casos a administração de certos medicamentos pode controlar a doença durante vários anos.

Os vários tipos de leucócitos formados na medula óssea estão associados a formas agudas e crénicas de leucemia mielocítica. A forma crónica pode tornar-se subitamente aguda. Pode ou não haver um aumento de dimensões dos gânglios linfáticos e do baço. Podem surgir hemorragias anormais e ANEMIA. À medida que a doença vai progredindo, qualquer órgão tem possibilidades de vir a ser afetado.