O que é a cocaína?

18 Set, 2012

A cocaína é uma substância branca, muito amarga, originariamente extraída das folhas da coca (arbusto sul-americano) e que mais tarde se conseguiu sintetizar. A cocaína é um analgésico, ou seja, uma substância que atenua as dores. Usa-se como anestésico local, especialmente em operações que envolvam a boca o nariz, a garganta e os olhos. Quando se aplica uma solução de cocaína, com uma concentração adequada, numa membrana mucosa, consegue-se rapidamente eliminar todas as sensações dessa área.

Os medicamentos que contenham cocaína são receitados com muita prudência. Em algumas pessoas, mesmo uma dose mínima pode produzir efeitos secundários nocivos. Uma dose excessiva pode causar delírio, convulções, colapso respiratório, e mesmo a morte. Os barbitúrios ajudam a combater os perigosos efeitos secundários da cocaína e são frequentemente administrados antes do seu emprego. Existe atualmente um certo número de derivados sintéticos da cocaína, entre os quais o hidrocloreto de procaína. Estes produtos são, em geral, menos tóxicos que a cacaína pura.

O repetido emprego da cocaína origina uma habituação, com dependência física e psíquica. Em muitos países, o seu uso é regulado por leis rigorosas, que são aplicadas a todos os narcóticos que possam causar viciação. Os viciados de cocaína têm uma vida muito curta.