O que é a ansiedade?

25 Ago, 2012

A ansiedade é o termo que designa, em psiquiatria, a sensação de angústia ou de medo sem motivo evidente que a justifique. A ansiedade pode causar tensão e fadiga e, em casos extremos, ser acompanhada de excessiva transpiração e de palpitações. Praticamente todos nós já sofremos de ansiedade racional ou real, ante a perpectiva de um novo emprego, ao enfrentar dificuldades financeiras ou momentos antes de prestar provas de exame. Este tipo de ansiedade é de curta duração e «cura-se por si próprio» quando se resolve o problema que o originou. São mais complexos os casos de ansiedade irreal, quando a sensação de angústia e temor não está em propoção com os factos que caraterizam a situação do indivíduo. A ansiedade prolongada pode ser uma causa determinada de enfermidades como a úlcera péptica, a colite, a asma e de doenças do coração. Perante um caso de ansiedade irracional, o médico recomendará uma forma de psicoterapia.

As crianças são particularmente suscetíveis de ligeiras crises de ansiedade irracional. Podem preocupar-se com o facto de serem irrequietas ou com a perda de afeição dos pais ou com qualquer incidente desagradável que possa ter ocorrido na escola. Nos adolescentes, uma crise passageira de ansiedade pode ocasionar incontinência urinária na cama, pesadelos, dores de estômago, vómitos e diarreia. Uma vez descoberta a causa especifica da ansiedade, a criança e o adolescente rapidamente acabam por perder os seus receios infundados.

A profunda ansiedade, que toma a forma de terror ou dá origem ao aparecimento de sintomas físicos, requer a imediata atenção de um psiquiatra ou de qualquer outro especialista de perturbações emocionais.