Impotência sexual

15 Set, 2012

A impotência sexual é a incapacidade de consumar o acto sexual. Embora, por vezes, se atribua ao termo «impotência» o mesmo significado de esterilidade, trata-se, na realidade, de duas situações diferentes. O homem estéril não consegue produzir espermatozóides normais, o homem impotente, produzindo embora espermatozóides normais, é incapaz de ter uma ereção e de praticar o coito.

A impotência pode derivar de causas físicas ou emocionais. Entre as primeiras estão incluídas molformações dos órgãos sexuais, deficiência da tiróide ou da hipófise, doenças como a anemia ou a diabetes, o alcoolismo e a habituação às drogas. Contudo, a impotência de origem emocional é a mais generalizada. Em grande número de casos, a capacidade de realizar o acto sexual pode ser prejudicada por sentimentos de insegurança, depressão ou por uma educação defeituosa. A identificação com a mãe, a repugnância em assumir um papel masculino, ou ainda qualquer tendência neurótica semelhante, podem igualmente ser responsáveis pela impotência.

As causas físicas da impotência, podem ser corrigidas por meio da cura da doença que está na sua origem, ou através da administração de hormonas. Nos casos de impotência emocional, recorre-se à psicoterapia. Nestas circunstâncias, a ajuda da mulher é muito importante: se ela for compreensiva e fizer sentir que o facto em nada abalou o seu amor, que a situação é passageira e não o diminui perante ela, o homem conseguirá facilmente ultrapassar essa dificuldade.