Glândula endócrina

9 Out, 2012

Glândula que produz uma hormona e a liberta diretamente na corrente sanguínea. As hormonas influenciam a nossa estatura e robustez, a atividade sexual, a inteligência, a capacidade de adaptação ao stress e numerosas outras caraterísticas e aptidões. Não existe uma única célula do organismo cuja atividade não seja influênciada de algum modo por estes «mensageiros químicos» segregados pelas glândulas endócrinas são também conhecidas por «glândulas de secreção interna», pois não possuem canais de excreção dos seus produtos, como sucede com as glândulas sudoríparas ou do aparelho digestivo. As hormonas passam para as regiões onde são necessárias através da corrente sanguínea.

Quando há deficiências hormonais, podem ocorrer graves doenças. No entanto, é muitas vezes possível suprir estas deficiências administrando hormonas produzidas sinteticamente. A glândula pituitária, ou hipófise, está situada na base do cérebro. As suas secreções estimulam as outras glândulas. A hipófise regula os caracteres sexuais, o crescimento, a tensão arterial e numerosas outras atividades. A glândula tireóidea está situada no pescoço. A hormona que segrega, a tiroxina, influencia o crescimento e o metabolismo. As quatro glândulas paratireóideas estão implantadas na tireóide ou muito perto dela. Essas glândulas têm influência sobre a utilização que o organismo faz do cálcio e do fósforo, dois minerais essenciais.

No pâncreas situam-se os ilhéus de Langerhans, que segreagam a hormona insulina, a qual regula a utilização do açucar no organismo. Muitas das funções vitais são comandadas pelas secreções das cápsulas supra-renais, localizadas sobre os rins.

As gónadas, ou glândulas sexuais, compreendem os ovários, na mulher, e os testículos, no homem. Às hormonas produzidas principalmente nos ovários dá-se o nome de estrogénio; influenciam a menstruação, a gravidez, os caracteres sexuais femininos e mantêm em funçao os órgãos reprodutores. A testosterona, uma hormona masculina, controla os caracteres sexuais masculinos.

A glândula pineal, situada no cérebro, e o timo, situado no toráx, constituem as restantes glândulas endócrinas.