Emoções da criança

30 Jan, 2013

Emoções da criançaAs crianças exprimem as suas emoções com toda a franqueza e utilizam expressões exageradas, por vezes até hostis, para traduzir os seus sentimentos. Os pais não devem mostrar-se chocados perante tais expreções, mesmo que elas pareçam demasiado violentas e inamistosas. Na realidade, após o desabafo, depressa a criança voltará a assumir uma atitude afetuosa. Se, pelo contrário, os pais se mostrarem indignados, ou sequer impressionados, a criança sentir-se-á culpada e começará a reprimir as suas emoções.

É perfeitamente natural as pessoas experimentarem sentimentos de hostilidade e até de ódio. Desde que se aceite este facto como fazendo parte da vida, será mais fácil, tanto para os adultos como para as crianças, exprimir os sentimentos de amor e de afeto de uma forma mais completa.

Embora se deva permitir que as crianças exprimam livremente as suas hostilidades naturais, não se deve consentir que elas pratiquem qualquer agressão física. Quando se excedem, as crianças parecem aceitar de bom grado que as reprimam.