Efeitos nocivos do ruído no ser humano

17 Ago, 2011

Os efeitos nocivos do ruído podem ser ligeiros, moderados ou graves, dependendo da intensidade dos mesmos.

Para o aparelho auditivo o ruído quando intenso  não dá para perceber a proximidade do perigo. Os sons muito intensos podem camuflar os de menor intensidade e pode criar-se o efeito de fadiga auditiva crónica, provocada pelo excesso de tempo com ruídos prolongados.

Existe também os perigos extra auditivos, como alterações do sono, irritabilidade, perda de memória, agravamento da depressão e ansiedade, vertigens, perda de equilíbrio e outros a todos os níveis do comportamento físico e emocional.

O ruído pode levar a doença considerável no ambiente familiar, social e cultural, dificuldade na comunicação, diminuição no rendimento laboral, perda de concentração e casaço contínuo, falta de atenção e vigilância.