Dilatação e curetagem uterina

22 Out, 2012

Operação frequente nos órgãos genitáis femininos. A dilatação e a curetagem consistem no alongamento ou dilatação da abertura da cervix (colo do útero) e na raspagem da parede do útero com uma cureta, colher ou argola cirúrgica.

A dilatação e a curetagem podem ser realizadas por várias razões de ordem médica.

É o método usual para a remoção de restos placentários ou outros retidos no útero após um aborto espontâneo ou provocado. Realizada num hospital, por um cirurgião qualificado, é uma operação inofensiva e sem complicações para qualquer mulher saudável, que, normalmente, poderá ter alta hospitalar passados um a dois dias.

Quando uma hemorragia anormal leva o médico a suspeitar da existência de tumor na cervix ou no útero, este processo cirúrgico é utilizado para explorar o órgão, com a finalidade de obter uma amostra de tecido através de uma biopsia e de remover tumores malignos. Os quistos benignos, os pólipos e outros tumores são extraidos do mesmo modo.