Contracepção oral (planeamento familiar)

A contracepção oral é um método de controle de natalidade, em que a ovulação, ou seja o desprendimento do óvulo, é evitada pela ingestão de pílulas contendo hormonas sexuais. As pílulas de uso mais comum contêm progesterona e hormonas estrogénias. É o método mais usado pelas mulheres e na maioria das marcas, devem ser tomadas, durante 21 dias consequtivos, com início no primeiro dia da menstruação. Depois, faz-se uma pausa de 7 dias e é nessa altura que a mentruação normalmente ocorre e é chamada hemorragia de privação. Findo o período de pausa, inicia-se nova embalagem, mesmo que não tenha acontecido hemorragia. A taxa de eficácia da pílula é muito elevada, quando não há esquecimento de qualquer comprimido e se não acontecer vomitar ou ficar com diarreia nas quatro horas seguinte à toma. Deve também ter cuidado com certos medicamentos que  podem alterar o efeito da pílula. Quando existir qualquer dúvida, o melhor mesmo, é utilizar outro método adicional, como por exemplo o preservativo.