Bronquite

17 Out, 2012

Em sentido restrito, a palavra bronquite significa inflamação da árvore brônquica, mas quase sempre afeta outras zonas. A infeção ataca o nariz, a garganta, a laringe, os brônquios e os bronquíolos. Na sua forma benigna, assemelha-se a uma forte constipação; na sua forma mais grave, constitui um passo importante para uma peneumonia. A bronquite pode ser aguda ou crónica.

BRONQUITE AGUDA: É frequentemente devida a uma infeção originada por vírus, como, por exemplo, uma gripe vulgar. Contudo, pode também aparecer com a tosse convulsa, o sarampo, a varicela, em consequência de uma alergia, ou ainda como reação a compostos químicos irritativos, como os ácidos ou vapores de amónia. Pode surgir febre, durante um ou dois dias, antes do aparecimento de outros sintomas. Vem depois a tosse com expetoração purulenta. A doença dura aproximadamente uma semana e meia, ou por vezes mais tempo. É mais perigosa nas pessoas idosas, particularmente na que sofrem de enfisema ou de uma doença cardíaca.

BRONQUITE CRÓNICA: Deriva geralmente de repetidas infeções das vias respiratórias superiores. Pode ser causada por uma gripe ou consistir numa reação ao consumo excessivo de tabaco ou à inalação de ar poluído. A percentagem de indivíduos que sofrem de bronquite crónica é maior nas cidades que no campo. Observa-se também uma maior incidência desta doença nos indivíduos do sexo masculino. Nos casos mais ligeiros, o seu único sintoma é a tosse persistente. Nos casos mais graves, o simples ato de respirar torna-se difícil e as funções do pulmão ficam diminuídas.

TRATAMENTO: São administrados expectorantes, a fim de eliminar o muco acumulado nas veias respiratórias. As inalações por meio de um vaporizador podem propocionar grande alívio. Também é aconselhável beber grandes quantidades de líquidos. Os antibióticos são prescritos apenas quando existir uma infeção bacteriana, pois o seu efeito será muito reduzido se a bronquite for causada por vírus, como acontece frequentemente.

Para evitar a repetição dos ataques de bronquite é contra-indicado inalar fumos e poeiras. Convém que a atmosfera dos quartos de dormir não seja demasiado fria. As pessoas que se constipam com muita frequência devem repousar bastante e pedir conselho ao médico sobre a forma de aumentar as suas resistências.