Baixa fertilidade

3 Mar, 2013

Baixa infertilidadeA fertilidade admite vários graus: extrema fertilidade, relativa fertilidade e baixa fertilidade. A infertilidade, de preferência a esterilidade, palavra demasiado radical, significa incapacidade absoluta de procriação.

De modo geral, é possível determinar a fertilidade de um homem ou de uma mulher. Um homem pode produzir maior ou menor quantidade de espermatozóides. Estes, por sua, podem ter um longo ou curto período de vida e ser muito ou pouco velozes durante o percurso até à célula reprodutiva feminina, isto é, ao óvulo. Por outro lado, as secreções da mulher podem ser prejudiciais ao espermatozoide, os seus canais podem ser demasiado estreitos, ou ainda o seu útero pode ser incapaz de formar os tecidos necessários ao óvulo, depois de este ter sido fecundado pelo espermatozóide. Existem assim muitos fatores suscetíveis de interferirem na fertilidade. Felizmente, na sua maioria, podem ser corrigidos, embora o tratamento seja por vezes demorado e exija competência dos melhores especialistas.

Nestas circunstâncias, qualquer casal sem filhos que deseje ter uma criança e uma vez que ambos os cônjuges (ou algum deles) podem não ser muito férteis, deve antes de mais, procurar as condições mais favoráveis à conceção e ter relações sexuais no período em que a fecundação é mais provável. Para deteminar o período fecundade da mulher, deve o casal estudar o método térmico de contrôle da natalidade e praticá-lo ao contrário. Muitos casais consideram-se estéreis quando, na realidade, nunca tiveram relações sexuais no período exato em que poderia resultar gravidez. Para que esta tenha probabilidades de verificar-se, o ato sexual deve ser praticado de modo a permitir que o sémen atinja a parte interior da vagina e nela permaneça. Para facilitar a penetração do esperma, deve a mulher, após o ato sexual, erguer as pernas e mantê-las levantadas durante algum tempo. Não deve, além disso, fazer qualquer espécie de irrigação. Note-se ainda que a mulher não de ter orgasmo para engravidar.

Alguns homens que pratiquem o ato sexual frequentemente poderão não produzir suficiente quantidade de espermatozóides para fecundar a mulher. Assim, deverão os casais pouco férteis abster-se de relações sexuais durante uma semana antes do dia da ovulação. Nesse exato dia, deverão ter relações de manhã e à noite.

Se estas providências não resultarem e a conceção se não verificar, deverá então o casal recorrer a um médico especialista, para tentar resolver o seu problema de infertilidade.