Apendicectomia

12 Out, 2012

Apendicectomia é a  extirpação cirúrgica do apêndice. Este órgão, em forma de tubo oco e localizado na parte inferior e do lado direito do abdómen, torna-se por vezes um foco de infeção. É importante que a apendicite seja prontamente diagnosticada e que o apêndice infetado seja removido o mais depressa possível. A falta de tratamento médico oportuno pode causar sérios transtornos, ou mesmo a morte.

A extirpação do apêndice é uma operação simples, quando executada antes da sua rutura, que, quando acontece, leva à disseminação de germes na cavidade abdominal. No dia seguinte à operação, o paciente deve levantar-se da cama por uns momentos e, no prazo de uma semana, ou menos, poderá normalmente sair do hospital, retomando as suas atividades 14 a 21 dias depois da operação.

Se a apendicite não for diagnosticada a tempo, o apêndice inflamado pode romper-se e originar um abcesso. Neste caso, o abecesso tem de ser drenado, ficando a operação adiada um ou dois meses.

Sempre que surja uma dor no abdómen e se prolongue durante três ou mais horas, deve-se suspeitar de apendicite. Um apêndice saudável não desempenha qualquer função, mas um apêndice inflamado pode ser extremamente perigoso.