Amputação

29 Set, 2012

Amputação é a remoção de uma parte do corpo, um membro ou uma secção de um membro. Realiza-se apenas quando existe uma lesão grave nesse membro. Muitos casos de amputação resultam de acidentes com máquinas industriais ou de desastres nas estradas. Chega a ser imperativa em determinadas doenças, como tumor maligno, endurecimento das artérias e gangrena, ou em caso de enregelamento.

A prótese, ou adaptação de um membro artificial, veio trazer uma considerável modificação na condição e na aparência dos amputados. Uma mão protética pode levantar objetos, virar páginas ou manipular uma máquina. As pernas protéticas têm articulações tão perfeitas que é difícil, em muitos casos, verificar que são artificiais. Os dispostivos protéticos tornam possível a muitos amputados fazerem uma vida completamente normal. Ao planear a intervenção, o cirurgião terá de atender ao género de trabalho e aos hábitos do paciente e pensar no aparelho que lhe permitirá voltar a viver normalmente.

Entre as grandes dificuldades que o amputado terá de enfrentar avultam as de caráter emocional, pelo que se torna verdadeiramente importante o seu esclarecimento prévio acerca da operação. Pela mesma razão, deve o doente ser antecipadamente elucidado acerca dos tratamentos e do programa de reabilitação a que eventualmente terá de submeter-se após a intervenção, assim como da possibilidade de adaptação de um aparelho protéico que desempenhará as funções do membro normal. Convenientemente fornecidas, tais informações poderão diminuir o sofrimento psicológico derivado da amputação.